19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Instalada CPI da vale na Alepa

26/05/2021 14h25 - Atualizada em 26/05/2021 12h14
Por Andrea Santos - AID Comunicação Social

Instalada na manhã desta quarta-feira (26) no auditório João Batista, na Assembleia Legislativa (Alepa), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tem o objetivo de investigar a atuação da empresa Vale no Estado do Pará.

A instalação ocorreu com a presença dos sete membros da Comissão, que vai trabalhar durante 90 dias, podendo ser prorrogada.

O deputado Carlos Bordalo abriu os trabalhos de instalação e a deputada Cilene Couto apresentou uma proposição com os nomes do deputado Eraldo para presidente, Carlos Bordalo como vice-presidente e Igor Normando como relator,  parlamentares que foram eleitos para os cargos na comissão.

Deputados Igor Normando (relator), Eraldo Pimenta (presidente) e Carlos Bordalo ( vice presidente)

"Ressalto esse momento importante para o Estado. A CPI tem o objetivo de dirimir dúvidas e fatos sobre a mineradora. Espero que, verdadeiramente, a mineração no Pará possa investir mais no desenvolvimento do Estado do Pará", disse a deputada Cilene Couto.

Deputada Cilene Couto

Eleito presidente da CPI, o deputado Eraldo Pimenta agradeceu pela escolha. "Iremos presidir com muita tranquilidade os trabalhos da CPI, será de forma democrática, pedindo sugestões. A Casa Legislativa resgata um anseio de décadas, uma investigação em relação a empresa Vale", afirmou.

Deputado Eraldo Pimenta

"Vamos trabalhar nas terças-feiras e quartas-feiras, após sessão deliberativa, e ainda iremos elaborar o plano de trabalho e pensar no primeiro convocado, veremos as prioridades", completou.

O relator da CPI, deputado Igor Normando, falou que todas as sugestões enviadas para CPI, para a composição do cronograma de trabalho da CPI serão avaliadas e, se necessári, acatadas. "Daremos tempo para que cada deputado da comissão envie para a relatoria as ideias e sugestões que ajudarão no trabalho. Posterior a isso, vamos tentar compilar essas informações e sugestões para apresentar à comissão um plano discutido de forma democrática, e dar início às diligências com celeridade. O trabalho da relatoria, de toda a CPI, será com transparência e responsabilidade", declarou.

Deputado Igor Normando

"Atuarei na CPI como fiz em todas que participei. Vou me dedicar, já que o assunto é de extrema importância para o Estado. A Vale precisa rever todos os seus critérios de licenciamento ambiental concedidos e que bases foram dadas, além de fazer uma apuração de perdas. O Pará aguarda por essa CPI há 40 anos", disse o deputado Carlos Bordalo, vice-presidente da CPI.

Deputado Carlos Bordalo

De todos os 41 deputados que compõem a Casa de Leis, 27 assinaram o requerimento no dia 27 de abril para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).


Compõem a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) os deputados Ozório Juvenil (MDB), Eraldo Pimenta (MDB), Cilene Couto (PSDB), Carlos Bordalo (PT), Miro Sanova (PDT), Igor Normando (Podemos) e Eliel Faustino (DEM).

Os trabalhos da CPI serão presenciais, mas respeitando as normas sanitárias devido a pandemia da Covid-19.

 

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019