Dep Bordalo

Deputado Estadual - PT

Notícia

Política Estadual que estimula a profissão de cuidador da pessoa idosa é proposta do deputado Bordal

13/01/2023 9h00 - Atualizada em 12/01/2023 14h56
Por Thais Peniche - Assessoria Dep Carlos Bordalo
O parlamentar propôs uma política estadual que possa assegurar o cuidado com a pessoa idosa, mas também o reconhecimento e a valorização da importância dos cuidadores de idosos

De autoria do deputado Bordalo (PT), o Projeto de Lei Nº 349/2022, estabelece a Política Estadual para o estímulo da atividade de cuidador de idosos. A proposição foi apresentada à mesa diretora, durante sessão ordinária, na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA) no dia 06 de setembro de 2022.

A Política Estadual tem como um dos seus princípios a proteção dos direitos humanos do idoso e busca incentivar a formação de cuidadores de idosos no Pará, além de contribuir para o fortalecimento de profissionais qualificados na área e para a melhoria da atenção prestada ao idoso, com o auxílio de um profissional qualificado.

Leia Mais: Política de Alfabetização Digital é proposta do Deputado Bordalo

Objetivos que somam com as metas estabelecidas pela Organização Mundial Saúde (OMS) para o envelhecimento saudável. A ong criou o plano para uma Década do Envelhecimento Saudável 2020-2030, que consistirá em 10 anos de colaboração combinada, catalítica e sustentada com o intuito de dar outra visão ao envelhecimento da população mundial.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a 2 bilhões de pessoas até 2050; isso representará um quinto da população mundial.

Uma das metas do plano consiste na Boa Saúde e bem-estar, afirmando que o envelhecimento saudável da pessoa idosa significa que esta contribui com a sociedade por mais tempo, contando com oportunidades para uma boa saúde em todos os estágios da vida, cobertura universal de saúde e sistemas social e de saúde integrados, centrados na pessoa e transformadores, em lugar de sistemas exclusivamente baseados na doença.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registra que a tendência de envelhecimento da população vem se mantendo, e o número de pessoas com mais de 60 (sessenta) anos no Brasil já é maior ao de crianças com até 9 (nove) anos de idade.

O estatuto da pessoa idosa, no seu artigo 2 diz que ela goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana garantido por lei, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.

Política Estadual- garantia de direitos

Nesse sentido, a Política Estadual busca atender novos desafios de políticas públicas e necessidade de atualização e aprimoramento do arcabouço legislativo que trata sobre o tema, para suprir as demandas oriundas desse segmento da sociedade. E para isso o cuidador de idosos se apresenta como um profissional fundamental ao contribuir para que estas pessoas vivam da forma mais saudável.

E para a garantia dessas atribuições o deputado Bordalo ressalta que valorizar a profissão de cuidador de idosos, torná-lo bem capacitado e fazer com que ele atue na prevenção de doenças, estimule atividades físicas e lúdicas, além de acompanhar em diversas atividades que a pessoa idosa possa realizar, tais atos se enquadram na promoção de direitos e políticas públicas específicas que atendam às necessidades da pessoa idosa.

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Praça Dom Pedro II, 2 - Cidade Velha, Belém - PA, 66020-240


Telefone: (91) 3213-4298/4368

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019