Dep Bordalo

Deputado Estadual - PT

Notícia

Bordalo apresenta proposta para criação de Agência do Banpará em Bagre

16/12/2021 13h28 - Atualizada em 16/12/2021 13h30
Por Lilian Campelo - Assessoria Dep Carlos Bordalo
Os moradores do município precisam se deslocar 40 km aos municípios mais próximos para conseguir realizar operações simples como sacar ou depositar quantias em dinheiro.

Com o objetivo de melhorar o acesso da população aos serviços bancários e também promover o desenvolvimento local, o Deputado Bordalo (PT) apresentou na última terça-feira (14) durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA) uma moção que solicita a implantação de uma Agência do Banpará no Município de Bagre, região do Marajó.

O parlamentar tomou conhecimento por meio de lideranças locais que Bagre sofre há muitos anos com as dificuldades de não ter acesso a serviços bancários, por isso a população padece de dificuldades para realizar ações simples como sacar ou depositar dinheiro.

Leia Mais: Relatório de diligência na Imerys será apresentado em coletiva de imprensa

A comunidade solicitou ao deputado Bordalo que demande todos os esforços junto ao Presidente do Banpará para implantação da agência bancária. O município de Bagre pertence a Mesorregião do Marajó, possui uma população de 30,009 habitantes (IBGE/2018) com um PIB per capita registrado em 2018 de R$ 6.929,13 e o índice de desenvolvimento humano municipal, segundo o registro do IBGE em 2010, é de 0,471.

O município é uma área que sofre com a falta de investimentos e a realidade bancária é uma delas, isso afeta diretamente a população que precisa se deslocar para o município de Breves, o mais próximo, que está localizado há 40 km para então realizar as operações bancárias na região. Outro fator é que os únicos canais de acesso aos serviços financeiros na região são as lotéricas, os Correios, cooperativas de crédito ou estabelecimentos comerciais que atuam como correspondentes bancários. Porém estes serviços apresentam limite para saques e pagamentos de boletos. Limitados, os moradores de Bagres, são obrigados a viajar quilômetros até cidades vizinhas para sacar salários e aposentadorias ou fazer depósitos.

Um estudo feito pelo Instituto Locomotiva em 2020 registra que o país ainda tem 34 milhões de brasileiros com acesso precário ao sistema bancário – o equivalente a 21% da população que movimenta aproximadamente R$ 347 bilhões ao ano. O estudo registra também que 16,3 milhões de pessoas desbancarizadas, ou seja, sem conta em banco; e outras 17,7 milhões sub-bancarizadas, ou seja, que utilizam pouco ou não têm acesso aos produtos e serviços disponíveis no mercado. No mesmo período em 2020, a proporção de desbancarizados e sub-bancarizados era de 29%.

BORDALO REFORÇA O ACESSO AOS SERVIÇOS BANCÁRIOS

O parlamentar enfatiza na proposição que a falta de dependências bancárias complica também as finanças das prefeituras, que passam a ter maiores dificuldades no recebimento de verbas federais, na arrecadação de tributos e no pagamento dos servidores. Tem prefeito da Região Norte que precisa pegar barco para buscar dinheiro em outra cidade para fazer os pagamentos por falta de agência bancária.

Um estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o setor de serviços financeiros como conta corrente, cartão de crédito, cheque especial e caderneta de poupança não fazem parte do cotidiano de 16,7% das famílias brasileiras. Quanto menor é a renda, mais escasso é o acesso a esses serviços.

Já o estudo Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) referentes aos anos de 2018 e 2019 demonstra que, entre as regiões, a maior parte da população que vivia em domicílios onde pelo menos um morador declarou ter disponibilidade de ao menos um dos serviços financeiros considerados estava concentrada no Sudeste (37,1%) e no Nordeste (20,4%).

A proposição foi encaminhada ao conhecimento do Presidente do Banco do Estado do Pará (Banpará), ao Gabinete do Prefeito e à Câmara Municipal de Bagre e aos Jornais Diário do Pará e O Liberal.

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Praça Dom Pedro II, 2 - Cidade Velha, Belém - PA, 66020-240


Telefone: (91) 3213-4298/4368

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019