Dep Dra. Heloisa

Deputada Estadual - DEM

Notícia

Deputada Dra. Heloisa Guimarães tem requerimento aprovado

25/11/2021 14h17 - Atualizada em 25/11/2021 14h19
Por Ascom da Deputada - Assessoria Dep Dra Heloisa

Foi aprovado na manhã do dia 23, durante Sessão Deliberativa, o requerimento n° 389/2021, de autoria da deputada Dra. Heloisa Guimarães que requer votos de repúdio pelos feminicídios de Luciany Moraes da Silva e Édrica Moreira.

No dia 09 de novembro de 2021 a população do Pará ficou estarrecida com a notícia do assassinato de Luciany Moraes da Silva, que foi incendiada viva por seu companheiro. Segundo a Polícia Civil do Pará, o casal estava junto em um bar no dia do crime. Houve um desentendimento entre o casal antes de irem para casa. Pouco depois, os vizinhos se depararam com a vítima com o corpo em chamas na rua. O marido fugiu do local.

A jovem Édrica Moreira, 19 anos, foi baleada na noite do dia 11 de novembro em uma rua do bairro do Sideral, em Belém.

Infelizmente, as duas não foram as primeiras mulheres vítimas de feminicídio e não serão as últimas. Nos casos mencionados, a crueldade e a violência criam um quadro que revela que ainda existem homens que se sentem donos dos corpos e das vidas de suas companheiras.

Há quem questione a necessidade do combate ao machismo e até mesmo a sua existência. Porém, diariamente, notícias de mortes e violência contra mulheres reconduzem à ideia de que vivemos em uma sociedade machista.

Toda vida prematuramente ceifada reforça a necessidade constante do combate ao machismo e à cultura de violência que ainda existe.

O feminicídio não constitui um evento isolado, nem repentino ou inesperado. Ao contrário, faz parte de um processo contínuo de violências, cujas raízes misóginas caracterizam o uso de violência extrema. Inclui uma vasta gama de abusos, desde verbais, físicos e sexuais, como o estupro, e diversas formas de mutilação e barbárie.

"As mortes de mulheres não podem se tornar algo banal, a sociedade jamais pode perder a capacidade de se indignar com a violência, seja de qualquer tipo. A coletividade precisa, de uma vez por todas, compreender que o machismo é um mal real a ser combatido", diz a autora do requerimento. "A perda das vidas de Luciany e Édrica afeta a todos. Para que sejam punidos os culpados, é preciso um esforço conjunto, e assim evitar novos casos", conclui a deputada Dra. Heloisa Guimarães.

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - Palácio Cabanagem


Telefone: (91) 3213-4212 / 4336

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019