Dep Bordalo

Deputado Estadual - PT

Notícia

Expectativa para aprovação na Alepa de PL que protege mulheres contra assédio em bares

22/02/2021 12h29 - Atualizada em 22/02/2021 9h27
Por Lilian Campelo - Assessoria Dep Carlos Bordalo
A proposição propõe atitudes imediatas dos estabelecimentos e estratégias que possibilitem o acolhimento eficaz entre a vítima e o local

O PL nº 96/2019 de autoria do Deputado Bordalo (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, será votado em sessão ordinária, nesta terça-feira (23), na Casa Legislativa. A proposição já possui parecer favorável da maioria das comissões e pode ser aprovada ainda esta semana.

O Projeto de Lei propõe proteção às mulheres em bares, restaurantes e casas noturnas, responsabilizando estes estabelecimentos a adotarem medidas de segurança e orientação para mulheres que se sintam em situação de risco. Esta orientação deve ser feita na forma de acompanhamento da vítima até um local seguro (carro ou outro meio de transporte) ou também ao conhecimento da polícia.

Leia Mais: Deputado Bordalo exige a inclusão do Pará na redução da tarifa de energia

De acordo com o Deputado Bordalo, a proposição é de competência Estadual, Municipal e Federal, ou seja, compartilhada. Nesse sentido, o PL se encaixa no amplo conjunto de medidas protetivas contra a violência a mulher e a misóginia, tendo em vista que neste último o que está em foco é a questão da discriminação de gênero, habitualmente ligada a situações de humilhação e dominação.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020 registra que, em 2019,os casos de assédio no Brasil atingiram a marca de 4.536, mais que o ano anterior. E só no Pará chegaram a 206 casos registrados.

Caso haja aprovação, a Lei deve ser divulgada em cartazes fixados nos banheiros femininos ou em qualquer ambiente do local, colocando em evidência a prestação de apoio às mulheres que se sintam em risco de sofrer abusos físicos, psicológicos ou sexuais. Além da comunicação visual, o empreendimento deve ter funcionários capacitados para prestarem auxílio à vítima.

No país, de acordo com o Atlas da Violência 2020, só em 2018 foram assassinadas 4.519 mulheres, isso representa uma taxa de 4,3 homicídios para cada 100 mil habitantes do gênero feminino.

Texto: Thaís Peniche - Estagiária na Assessoria de Comunicação Dep. Bordalo
Edição: Lilian Campelo - Ascom Bordalo

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Praça Dom Pedro II, 2 - Cidade Velha, Belém - PA, 66020-240


Telefone: (91) 3213-4298/4368

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019