Dep Marinor Brito

Deputada Estadual - PSOL

Notícia

Em audiência, deputada pede efetivação dos concursados da Susipe

03/06/2019 10h59 - Atualizada em h
Por Comunicação - Assessoria Dep Marinor Brito

Ampliar imagem

A deputada Marinor Brito, líder do PSOL na Alepa, intermediou negociação entre os aprovados no concurso público C-199 para o cargo de agente prisional, realizado em dezembro de 2018 pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) e o chefe da Casa Civil, Parsifal Pontes. A audiência foi para reivindicar a convocação para o curso de formação de 637 candidatos aprovados do total de 1.137 vagas ofertadas no certame. A reunião contou com a participação de 60 concursados, de membros do governo estadual e do deputado Dirceu Ten Caten (PT), e foi realizada na última sexta-feira (31), na Casa Civil do Governo do Estado, em Belém.


Segundo Hélison Portal, da comissão dos concursados, a gestão anterior do governo do Estado chamou 500 concursados do total de 1.137. Assim, faltaram 637 serem chamados. “Em dezembro passado, foram chamados 500 para o curso de formação. Portanto, nossa vinda até aqui é para estabelecer um canal diálogo para que o governo chame os demais classificados o mais breve possível. Já existe inclusive sentença em transitado e julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado para que a Susipe nos convoque. Existe também a Lei nº: 8.322, que criou 1.404 vagas na Susipe. Juntando todos ainda vão faltar 297 pessoas”, afirmou Portal.


Marinor deixou claro que não faz parte da base de apoio parlamentar do governo estadual, mas que estava na audiência a convite dos concursados, cumprindo o papel de deputada eleita, para mediar conflitos e buscar entendimentos entre o poder público e os concursados que investiram, se dedicaram e cumpriram todos os requisitos dispostos no edital do certame e agora precisam ser chamados, até porque há uma demanda de falta de agentes prisionais no sistema penal do Pará. “Há por parte do governo do Estado uma posição política, aqui manifestada, que pode levar a uma decisão favorável, a uma solução negociada”, disse.

Segundo a deputada, é importante também destacar que há um caminho a se percorrer para se chegar ao final com uma solução que garanta aos concursados da Susipe, de forma justa e legal o direito de fazer o curso de formação, mas é preciso que todos se debrucem nesse esforço. “Vamos indicar um advogado da nossa assessoria parlamentar para compor um grupo de trabalho formado pelas partes interessadas e vamos superar um a um os obstáculos e garantir aos concursados, que nesses tempos sombrios não perderam a dignidade em bater no peito e dizer, ‘eu quero ser agente prisional e contribuir com a segurança pública do Pará’”, concluiu.

* Os textos produzidos pelas assessorias de cada parlamentar são de responsabilidade de seus autores.

Entre em contato


Gabinete

...

Endereço:

Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - Palácio Cabanagem


Telefone: (91) 3182-8437

Endereço:

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha

CEP: 66020-070 Telefone: (91) 3213-4200

AID — Assessoria de Imprensa e Divulgação

Todos os Direitos reservados | 2019