19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Webnário de jornalismo da UFPA destaca estratégias de assessoria política da Alepa

12/01/2022 17h23 - Atualizada em 12/01/2022 17h36
Por Mara Barcellos - AID - Comunicação Social

A comunicação pública é fundamental para promover uma gestão democrática e transparente junto à sociedade. É a partir do uso correto dos instrumentos e canais de informação que os poderes públicos informam e prestam contas à população, proporcionando acesso aos conteúdos e o interesse coletivo sobre questões políticas.

Considerando a pluralidade da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), a comunicação é pensada para envolver os setores da Casa e os 41 parlamentares, além de estreitar o relacionamento com outros órgãos e imprensa externa, buscando manter o interesse público, tendo o compromisso do diálogo permanente.

Para alcançar os objetivos propostos de fazer uma comunicação de qualidade, a equipe vem trabalhando de forma estratégica na Assessoria de Imprensa e Divulgação da Alepa, coordenada pela experiente jornalista Alda Dantas.

Nesse contexto, a coordenadora de comunicação do Legislativo Paraense, Alda Dantas, participou de um webinário nesta quarta – feira (12), com alunos do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Pará (UFPA), à convite da professora e pesquisadora Alda Cristina Silva da Costa.

No encontro, foram abordados assuntos como assessoria de imprensa parlamentar, mercado de assessoria, meios de comunicação e diálogos, imagem pública, transparência, entre outros.

Para Alda Dantas, as atividades jornalísticas no Poder Legislativo precisaram ser readequadas para atender os novos canais de divulgação na internet, com linguagens que sejam compreensíveis aos diversos tipos de públicos, além de estabelecer uma relação de transparência com a sociedade.

Transparência

“O que estabeleci aqui como princípio é a permanente transparência, porque o parlamento não se resume apenas aos trabalhos internos. Os deputados também realizam atividades externas e a equipe é acionada para cobrir. Então, a palavra chave é transparência. Para isso, ampliamos as divulgações e prestamos contas a cada semestre sobre as ações legislativas. Também mostramos à imprensa e à sociedade o que foi apresentado e as proposições aprovadas que impactam a vida das pessoas”, informou.  

Estratégias

Para ampliar a visibilidade dos parlamentares e atividades legislativas, foram estabelecidas estratégias com foco na internet.

No último ano (2021), o Portal da Alepa alcançou uma quantidade expressiva de 1. 130. 626 visualizações, crescimento considerável em comparação ao ano de 2020, quando foram contabilizados 730 mil acessos na página.  

A busca por informações relacionadas às proposições foi a de maior procura, totalizando 55 mil acessos. Também foi possível acompanhar as pautas das sessões e saber o que estava sendo alvo de debates e votação em plenário.

O Banco de Leis também está entre os serviços mais procurados no Portal, com mais de 16 mil acessos. O atendimento ao cidadão e aos downloads de conteúdos disponibilizados tiveram 15 mil acessos.   

Redes sociais

A Alepa está presente nas principais plataformas digitais, com perfis no Instagram, Facebook e Twitter. Ao todo são 35,5 mil seguidores que acompanham diariamente as notícias publicadas.

O Instagram é a rede com maior número de seguidores, sendo 21, 8 mil. Com esses números, a Alepa aparece em 3º lugar entre os perfis de Casas Legislativas Estaduais na plataforma, atrás apenas das Assembleias de São Paulo (47, 5 mil) e Rio de Janeiro (23 mil) seguidores.

Para alcançar essa posição significativa, são publicados em média 620 postagens ao mês, incluindo feed, vídeos, IGTV, reels e stories, que totalizam 7.440 publicações por ano.

O resultado do trabalho da equipe, composta por jornalistas, editores, publicitários, fotógrafos, design, social media vem garantindo em média 250 mil visualizações ao mês na página da Alepa, e cerca de 3 milhões de visualizações no ano de 2021.

Gerenciamento de imagem

Um dos temas que deve fazer parte das assessorias de comunicação é o gerenciamento de crises. No caso específico da comunicação política, a Alepa vem desenvolvendo ações com base na clareza da informação como estratégia para manter a boa reputação da imagem pública. Alda Dantas explicou a necessidade de se pensar na gestão de crises como um processo de elaboração de um plano de ação contínuo. 

“Trabalhamos com foco, como se todos os dias tivéssemos uma situação de crise. Somos preparados para essas situações. Minha orientação é que o político deve sempre se posicionar antes mesmo de acontecer uma situação desagradável. Ser acessível e ter um posicionamento firme de forma clara é importante para evitar várias versões, principalmente as negativas que prejudicam a imagem pública”, ressaltou.   

Ao concluir, enfatizou a importância da assessoria de imprensa para as organizações públicas e privadas, e em particular aos interessados em ingressar na área de comunicação política.

"Assessoria de imprensa é basilar para a boa comunicação, é vital para o jornalismo. Aos estudantes de jornalismo que desejam trabalhar com política, digo que é um bom mercado, mas é preciso buscar qualificação e conhecer mais sobre política e as novas ferramentas digitais”, concluiu.

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019