19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Proposição sobre Telemedicina segue em tramitação

22/05/2020 18h19 - Atualizada em 22/05/2020 18h48
Por Andrea Santos - AID - Comunicação Social

 

A Telemedicina, que é definida como um recurso da tecnologia e comunicação, busca o aperfeiçoamento médico, onde possibilita que profissionais de saúde e pacientes troquem informações. Pensando nisto, a deputada Professora Nilse Pinheiro, titular da Procuradoria Especial da Mulher na Casa de Leis, apresentou Projeto de Indicação no dia 20/05, que dispõe sobre o uso da Telemedicina para atender e acompanhar pessoas acometidas ou com suspeita de COVID-19, que por algum motivo não conseguiram atendimento presencial nos estabelecimentos públicos e privados de saúde no Estado do Pará.

“Sabemos que há no Pará um afogamento no atendimento sobre a pandemia da Covid-19  e essa proposição vem para culminar em esforços na tentativa de promover a cooperação e assistência médica remota, para garantir o atendimento de diversas pessoas. É uma ferramenta tecnológica que será usada no auxílio, mesmo sendo remota, com certeza dará uma tranquilidade ao paciente”, disse a deputada professora Nilse Pinheiro.

A Telemedicina oferece um suporte no diagnóstico de forma remota e permite a interpretação de exames com emissão de laudos médicos à distância e, claro, conta com apoio das Tecnologias da Informação e Comunicação (Tics). De acordo com o Conselho Federal de Medicina, a Resolução nº 2.227/2018 define e disciplina a Telemedicina como forma de prestação de serviços médicos mediados por tecnologias.

É necessário dizer que a Telemedicina se faz por profissionais de saúde capacitados dentro de sua área de especialização, ou seja, o responsável pelo laudo de uma telerradiologia será um radiologista. A Telemedicina consegue, com auxílio da Tecnologia  da Informação e Comunicação (Tics), atravessar obstáculos, levando a conexão entre médico e paciente. O funcionamento da Telemedicina ocorre através da combinação de equipamentos digitais, seus benefícios são os ganhos que devem contar com o respaldo dos profissionais de saúde. Sua origem envolve a tecnologia e dispositivos da modernização, mas sua origem é bem antes que tudo isso.

O Projeto de Indicação apresentado pela parlamentar é um instrumento normativo, segue em tramitação no Parlamento e vai para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: imprensa@alepa.pa.gov.br | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019