Feira SuperNorte destaca a diversidade da cadeia produtiva no estado do Pará

A 21ª edição da feira SuperNorte, voltada ao setor supermercadista nos estados do Pará, Amazonas, Amapá, Maranhão e Roraima, foi aberta na noite de quarta-feira, 10, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, onde fica aberta até sexta-feira, 12. Na abertura do evento, houve a participação de várias autoridades, entre elas, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho.

Com o tema A Diversidade Está Aqui, a feira apresenta os lançamentos e tendências em produtos, serviços e tecnologias para supermercados, magazines e outros formatos de varejo. A Prefeitura de Belém participa do evento por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa), da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), e do projeto Anjos da Guarda, mantido pela Guarda Municipal de Belém (GMB).

O prefeito Zenaldo Coutinho disse estar feliz em ver Belém acolher, em mais um ano, a SuperNorte. “O que salta aos olhos é a integração de fornecedores do Pará à feira, o que mostra que nosso estado não tem apenas grandes supermercados, mas também grandes fornecedores. Com isso, os produtos paraenses, dentro da cadeia produtiva, fazem um caminho ordenado, aumentando a geração de emprego e renda, cada vez mais”, declarou o prefeito.

Prefeitura - O Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa) está em um estande de 20 metros quadrados, onde técnicos da instituição estão apresentando os serviços e ações que são prestados à população, distribuídos em suas quatro divisões específicas, que são a de Vigilância Sanitária de Controle de Exercício Profissional, que realiza vistoria e fiscaliza estabelecimentos como pet shops, salões de beleza, academias de ginástica, hospitais, escolas, clínicas, eventos como jogos, shows, entre outros; a de Drogas e Medicamentos, que faz a vistoria, fiscalização e controle de estabelecimentos como distribuidoras de medicamentos, farmácias, drogarias e farmácias de manipulação.

A Divisão Sanitária de Engenharia realiza vistorias e fiscalização em estabelecimentos comerciais para verificar a estrutura física do local. E por fim, a Divisão Sanitária de Alimentos, a mais conhecida pelo público, é a responsável pelas inspeções de licenciamento de rotina e de atendimento a denúncias em todos os tipos de estabelecimentos comerciais de alimentos e realiza, também, treinamento gratuito para os manipuladores de alimentos.

Açaí - A Casa do Açaí, por exemplo, um espaço implementado pela Prefeitura de Belém, possui estrutura para atender às necessidades de orientação e qualificação dos batedores de açaí do município, além de realizar vistorias nos pontos de vendas. No estande, os técnicos do Devisa estão repassando orientações sobre o selo de qualidade Açaí Bom.

Esse selo é uma das garantias de que o batedor de açaí está cumprindo as boas práticas de manipulação, sendo um sinalizador de que o produto vendido está dentro dos padrões da vigilância sanitária. O selo é concedido aos estabelecimentos que tiverem a licença de funcionamento e atenderem ao Decreto Estadual 326/2012, que estabelece requisitos higiênico-sanitários para a manipulação do açaí, como o branqueamento.

Anjos - A Guarda Municipal está dividindo um estande com outros órgãos da segurança do Estado, como a Secretaria de Segurança (Segup). No local, integrantes e instrutores mostram o trabalho desenvolvido pelo projeto Anjos da Guarda, que atende a 200 crianças, com idades de 7 a 16 anos, que frequentam a sede do programa, localizado no bairro do Tapanã.

O projeto foi criado no ano de 2007 e atualmente são oferecidas aulas de reforço escolar, redação, educação ambiental, ética e cidadania, além da prática de esportes como vôlei, futebol, artes marciais e dança.

Para a coordenadora do projeto, inspetora Danielle Borges, participar da SuperNorte vai ajudar a dar visibilidade ao projeto. “Muitos de nossos alunos, nesses 11 anos, já ingressaram nas Forças Armadas, já se tornaram campeões em esportes e outros estão em atividades empreendedoras. Estamos aqui na feira mostrando o trabalho que desenvolvemos e à procura de parceiros para que nos ajudem a dar continuidade a esse projeto”, explicou a coordenadora.

Serviço: A SuperNorte fica aberta, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, até sexta-feira, 12, no horário das 16 às 23 horas, com palestras, todos os dias, às 16 horas.

 

 

 

Anexos

Comentários